<$BlogRSDURL$>

A grande vantagem de ter um blog é que uma pessoa pode escrever sobre o que bem lhe apetece.

quinta-feira, março 04, 2004

Acabadinha de chegar à Guarda, tive ontem um jantar de anos de um dos rapazes que mora comigo. Ele faz parte da tuna académica do nosso Instituto Politécnico e então o jantar foi muito divertido, porque os outros membros da tuna levaram alguns instrumentos musicais e passámos o jantar todo a cantar. Nunca tinha estado num jantar cantado!
Quando há estes grandes jantares, o restaurante fica sempre em estado de guerra: partem-se copos, bolas de papel feitas com a toalha de mesa andam a voar de uma ponta da mesa para a outra, bebe-se muito e come-se pouco. Nada de novo. O problema foi que, desta vez, fui eu a vítima da azelhice de outra pessoa. Estava a jantar muito bem, quando um amigo que estava sentado à minha frente, entorna um copo de vinho inteirinho para cima de mim, sem querer, claro.
Fiquei logo com um perfume novo, o “Adega Cooperativa de Cantanhede” e cheia de nódoas… Como o restaurante era perto de minha casa, fui mudar de roupa, porque esta estava mesmo num estado lastimável. Tudo bem, acidentes acontecem e nem me chateei muito com o acidente. Vinte minutos depois e com uma roupa limpinha, voltei para o restaurante, onde já estava tudo doido. E nem cinco minutos tinham passado, quando vejo vir um rapaz na minha direcção e, devido à enorme ventania que estava no restaurante, entorna o conteúdo do seu copo por cima de mim. Outra vez! Num espaço de meia hora, levei dois banhos de vinho.
Diz a sabedoria popular que entornar vinho é sinónimo de alegria. Realmente foi: devido ao estado alegre de ambos, eu fui baptizada duas vezes numa noite…

This page is powered by Blogger. Isn't yours?