<$BlogRSDURL$>

A grande vantagem de ter um blog é que uma pessoa pode escrever sobre o que bem lhe apetece.

quinta-feira, fevereiro 26, 2004

Gosto do meu blog. Gosto de escrever no meu blog. Gostava que tivesse muitas mais visitas do que as que tem, mas gosto muito daqueles que cá vêm e cá ficam, que sugerem filmes, ideias, sugestões ou mesmos receitas. Gostava de ser mais assídua e de ter mais ideias, mas, por enquanto, é o que se pode arranjar.
Não quero inovar, não quero ensinar, nem tão pouco tornar-me aborrecida e desinteressante. Quero apenas partilhar as minhas ideias e um pouco da minha vida.
Um dia uma amiga disse-me que “um blog era uma coisa que nunca faria”. Quando lhe perguntei porquê, respondeu-me por outras palavras que um blog era coisa de gente vaidosa e egocêntrica.
Depois de começar o alternativo, já tive amigos que fizeram outros blogs, mas ambos desistiram. É compreensível. Afinal, um blog é algo que requer algum trabalho e tempo. Dedicação, é essa a palavra. Muitos outros vêm ter comigo e dizem-me que também querem fazer um. Também é compreensível. Não sei porquê, mas a blogosfera cativa, alicia, torna-se viciante.
De vez em quando, um amigo vem ter comigo e, do nada, diz-me que também gosta do Quentin Tarantino ou pergunta-me se as lulas com molho divinal não ficariam melhores acompanhadas com massa. Durante uns dois segundos fico parva, mas depois percebo. “Leu no blog”, penso e fico meia envergonhada. E não sei porque fico assim. Afinal, gosto do meu blog e daquilo que escrevo. Será por serem conhecidos, por pensar que me estão a julgar, mesmo quando dizem que o alternativo está bom?
A verdade é que escrevo para desconhecidos, tentando-me manter mais ou menos anónima. Assino com o meu nome, mas sou apenas mais uma nesta grande blogosfera e ninguém sabe se sou alta ou baixa, magra ou gorda, loira ou morena. Ninguém, excepto os meus amigos. Eles sabem como sou e ao lerem o que escrevo é como se soubessem também o que penso e sinto. Será por isso?
Mas gosto que leiam. Gosto que gostem e que me digam o que não gostam, porque aprecio a troca de ideias e discussões saudáveis. Gosto daqueles que me dizem que também querem fazer um blog e ofereço-me logo para ajudar.

Moral da história: Vaidosa? Às vezes… Egocêntrica? Talvez… Orgulhosa? Muito!!!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?